quarta-feira, 28 de outubro de 2009

RETRATO DE UM SERTANEJO

Poema under Geraldo Vandré e Oswald Andrade.

RETRATO DE UM SERTANEJO

- Ele é sertanejo
O que você esperava?
(diz a Pátria)

(e eu digo:)
Numa mão trás a fé
E na outra a faca,
A terra nas costas
E a seca nos pés
Com uma trilha gigantesca
De suor e sangue seco
Marcando o caminho por trás

Fazendo assim a trilha dos filhos abandonados
Pelo peito da gloriosa Mãe Gentil
Analfabeta funcional

É fácil ver
Difícil é enxergar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Ou não... Tanto faz.