sábado, 24 de outubro de 2009

Praça XV


Eis... A Praça das Lembranças. A praça dos junkies de sexta feira, dos manos e dos emos. E minha e dos meus amigos. Tantas memórias... Talvez por isso lembranças.



PRAÇA XV


Sento num banco da praça das lembranças
Buscando inspiração e vendo os carros passarem
Matando o tempo matando o tempo esperando meu destino
Nesse dia chuvoso sem chuva que eu escolhi passar sozinho

Cada banco me remete a um significado
E a História está aqui ausente me procurando

Nessa praça suburbana
Entre garotas com celulares
Velhinhas de vermelho
E um banco só

Um comentário:

Comente! Ou não... Tanto faz.